Suínos

Conversão alimentar e desempenho em matrizes e leitões

O sucesso na produção de suínos depende de muitos fatores: o alto consumo de alimento desde o início, o desenvolvimento e manutenção de um sistema digestívo equilibrado, a alta produção de leite com qualidade e uniformidade dos leitões – esses são desafios que devem ser superados para maior rentabilidade na produção de leitões.

 

Para atingir esses objetivos com sucesso é necessário um alto desempenho reprodutivo da matriz e leitões com vitalidade e crescimento uniforme e alta eficiência alimentar.

A produção de leitões apresenta muitos desafios

Os avanços genéticos na produção de leitões proporcionaram leitegadas mais numerosas, mas também ofereceram novos desafios, tais como o menor peso ao nascimento. Leitões com menor peso ao nascer frequentemente apresentam taxa de sobrevivência reduzida e menor ganho de peso, aumentando o tempo necessário para atingir o peso de abate. Além disso, durante o período de aleitamento as matrizes enfrentam elevadas perdas de peso e redução da produção de leite devido ao baixo consumo de alimento. Isso não prejudica apenas a performance da leitegada atual, mas também a performance reprodutiva futura, reduzindo a fertilidade, o tamanho da leitegada e a taxa de parição.

Você sabia?

Cada leitão perdido antes do desmame representa um ônus financeiro, e para cada dia adicional para atingir o peso de abate há aumento do custo de produção. Além disso, a baixa uniformidade de peso dos leitões dificulta o processo de desmame, e por fim impactará no manejo dos suínos nos estágios finais, além de aumentar do custo de produção.

A performance da leitegada começa com a saúde intestinal

Um bom arranque após o desmame é a base para o sucesso na produção de suínos. Especialmente o alto consumo precoce de alimento e elvado ganho de peso são cruciais para promover o desenvolvimento de um sistema imune saudável e alcançar ótimo desempenho de crescimento. Obter crescimento adequado e vitalidade dos leitões só é possível com fêmeas com produção de leite de alta qualidade e alta eficiência alimentar. Mas para que seja possível aos animais absorver e utilizar os nutrientes eficientemente, é necessário a manutenção de um trato gastrointestinal saudável tanto para as matrizes quanto para leitões.

Desafios e Soluções Suinos

Interessado em outros desafios e soluções?

Melhore a conversão alimentar em matrizes e leitões naturalmente:

FRESTA® F – garanta o desempenho das matrizes e leitões desde o início

  • aumenta o consumo de alimento e melhora a utilização dos nutrientes, promovendo uma qualidade de leite e uniformidade da leitegada superior
  • auxilia no crescimento dos leitões e reduz as perdas de peso das matrizes durante a lactação
  • melhora a conversão alimentar e contribui para aumentar a rentabilidade da produção de suínos

FRESTA® F é eficaz em toda a produção de suínos: Devido à sua composição especial de fitogênicos selecionados, contribui para uma produção de suínos otimizada e lucrativa. Aumentando o consumo de alimento e ganho de peso dos leitões, FRESTA® F auxilia o desenvolvimento e simultaneamente melhora a conversão alimentar. As fêmeas são beneficiadas pelo aumento do consumo de alimento e maior produção de leite durante a lactação, o que consquentemente melhora o desempenho da leitegada.

Natureza que funciona – comprovada científicamente

Trabalhos científicos demonstraram que com o uso de FRESTA® F reduziu a variabilidade de peso dos leitões e os auxiliou atingirem todo o seu potencial de rentabilidade.

FRESTA® F aumenta o consumo de alimento das matrizes durante a lactação devido à composição aromática de fitogênicos selecionados.

Eficiência zootecnicamente comprovada em leitões

A Delacon tem orgulho do desenvolvimento desse aditivo fitogênico para as necessidades especiais dos leitões, uma vez que foi o primeiro aditivo fitogênico zootécnico para alimentação animal aprovado pela União Européia. Isso significa que autoridades independentes confirmaram os efeitos do FRESTA® F em termos de taxa de crescimento em leitões desmamados.

*University trial with FRESTA® F in piglets on homogeneity parameters, Germany, S046

**Average data of 10 trials with FRESTA® F on feed intake in sows, F59, F77b, F79, F088, F098, F107, F142, F152, FF+10, S050

***Average data of 3 trials with FRESTA® F Plus on ammonia emissions, FF+ 11, FF+ 18, S035

Delacon Expert

Entre em contato

Kevin Adams
Sales Group Lead North America

Telefone: +1 717 30 715 70
E-mail:

Serviços Delacon

Envie-nos uma mensagem

* campos obrigatórios